O SOS Transposição, ato realizado neste domingo (1º) no município de Monteiro, no Cariri paraibano, e que dividiu opiniões na política estado, conseguiu reunir, além da população da região, representantes de associações, sindicalistas, artistas e líderes políticos da Paraíba, do Rio Grande do Norte, do Ceará e de Pernambuco. Também participaram da manifestação a senadora Gleisi Hoffmann, o ex-presidenciável Fernando Haddad, ambos do PT.

Foto: reprodução

Liderado, na Paraíba, pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o evento levou ao município caravanas de todo o Nordeste que cobraram do Governo Federal a conclusão das obras da transposição no Eixo Norte, em Cajazeiras-PB e o fim da suspensão do bombeamento das águas do São Francisco no Eixo Leste, em Monteiro.

Além dos políticos já citados, também foram a Monteiro as deputadas estaduais Cida Ramos e Estela Bezerra, ambas do PSB, os deputados estaduais Anísio Maia (PT), Buba Germano (PSB), Chió (REDE), e Jeová Campos (PSB). Estiveram no ato os deputados federais Damião Feliciano (PDT), Frei Anastácio (PT) e Gervásio Maia (PSB). O senador Veneziano (PSB) também esteve presente. A mobilização também teve a presença do presidente do PT-PB, Jackson Macêdo e a presidente nacional do PC do B, Luciana Santos.

Os vereadores da Capital paraibana Marcos Henriques (PT) e Sandra Marrocos (PSB) , assim como o vereador de Campina Grande, Anderson Maia foram a Monteiro e reivindicaram ao lado o senador pernambucano Humberto Lucena (PT-PE), do deputado federal João Campos (PSB-PE).

O evento termina com uma apresentação cultural dos artistas Chico César, Totonho, entre outros.

Foto: reprodução / instagram / Cida Ramos

O QUE DISSERAM SOBRE O ATO:

RICARDO COUTINHO:
“O que está em discussão agora é a manutenção de um sonho que vai levar mais desenvolvimento para a região do semiárido nordestino, além de regularizar o abastecimento de água para aquelas populações”.

GLEISI HOFFMANN
“Além de cortar o bombeamento da água, Bolsonaro diz que quer privatizar a transposição”.

CIDA RAMOS
“Acho que todos que lutam pelo direito a um bem fundamental a vida como a água deve ir, independente de cor partidária. A transposição transcende a luta ideológica”.

ESTELA BEZERRA
“É um ato civil. Na verdade, qualquer brasileiro, qualquer paraibano, qualquer paraibana, que tenha noção do que está acontecendo precisa se posicionar”.

JEOVÁ CAMPOS
“É uma iniciativa que transcende questões político-partidárias, é um grito coletivo de pessoas que entendem ser a obra da transposição a redenção do Nordeste”.

JACKSON MACÊDO
“Essa pauta é extremamente importante. O debate primordial é o debate da transposição”.

VENEZIANO
“Nós estaremos presentes não apenas na condição de quem, como representante e filho de Campina Grande, sabe muito bem a importância da transposição para o Cariri, Agreste e mais outros municípios paraibanos”.

Foto: reprodução / instagram / Cida Ramos
Foto: reprodução / instagram / Cida Ramos

TRANSPOSIÇÃO

O Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco, em Monteiro, foi inaugurada em 2017 pelo presidente Michel Temer. Logo em seguida, o cenário foi palco de um ato histórico que que contou com a presença do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff.

A transposição do Rio São Francisco chegou a levar água para cidades da região, mas o fornecimento foi suspenso pelo Governo Federal sob a alegação de que a interrupção foi necessária devido a defeitos nas obras. Políticos de oposição contestam a demora para o restabelecimento do bombeamento da água e afirmar que a o corte no abastecimento foi feito por questões políticas.

PB Agora

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here